Portugal Notável

Valor Universal (*****) Muito Notável (***) Notável (*)

19-02-06

hpim32441

Locais notáveis de Meda e Penedono

Aldeia histórica de Marialva (MN) (***)

Castelo de Penedono (MN) (**)

Conjunto patrimonial e hidrogeológico de Longroiva (MN) (*)

Dólmen da Capela da Nossa Senhora do Monte (MN) (**)

Menir com inscrição solar de Vale Maria Pais (*)

Outros locais com algum interesse turístico 

Vestígios romanos da civitas de Aravon  (Marialva), que inclui a naumaquia

Centro Histórico da Meda

Conjunto monumental de Ranhados

Barragem de Ranhados

Termas da Areola

Minas de Ouro da Granja

Soutos em Penedono com destaque para o Castanheiro do Guerra

Necrópole de Lameira de Cima

Casa Grande da Prova

Panorama na Estrada Nacional 324 entre Fonte Longa e Poço do Canto

Posté par Castela à 04:47 - Meda e Penedono - Commentaires [6] - Permalien [#]

Commentaires

    Defesa do nosso Património

    Penedono e Mêda, entre outras localidades, constituem o espólio mais valioso da Pátria Lusa. É sempre uma dor de alma cada vez que um lar encerra as portas cujas famílias emigram para os grandes centros do Litoral.
    É invrível que um país como o nosso não zele pelo seu património. Que poderemos nós fazer...
    Vá lá que ainda há quem escreva livros como o Trancosã e outros ainda se lembrem de Quando Os Lobos Uivam...

    Posté par Rogério Ferreira, 05-06-06 à 12:27
  • comunidade europeia não!

    afinal para quê a comunidade europeia?
    Mais desemprego, menos soluções políticas e económico-sociais...
    Essa coisa de pequenos empresarios e grandes empresas apenas privadas não basta: é preciso incrementar um sector cooperativo ao nível da produção, da tranformação e da distribuição, bem como um fortelecimento do Estado na Banca e nos Seguros, senão estamos tramados. Leiam " Do Tempo da Outra Senhora" Edições Palimage...

    Posté par Arsénio Silvano, 28-12-09 à 09:53
  • Castro Daire/Carvalhal

    Pela primeira vez fui de férias para termas.Antes dizia-se ir a banhos. Agora é um tratamento de saúde e rejuvenescimento por excelência. Castro Daire, Carvalhal, foi uma maravilha. Fui a Salzeda, Tarouca, São João de Tarouca, Ucanha, Ermida, Sernancelhe, Vila Nova de Paiva, Resende, Penedono, Ranhados, etc. No Posto de Turismo de Penedono adquiri um livro sobre Beira Alta/Ranhados e dois de Luís M. de Sousa Peixeira: Penedono no Contexto da Reconquista (Edições Colibri); Trancosã (Palimage Editora. Este último é muito bonito e o sobre Penedono é um belíssimo manual síntese de História regional e Nacional.
    Beijos.

    Posté par Alcina Sobral, 30-08-06 à 11:24
  • Luz e Património

    A propósito da bienal Luzboa, a decorrer em Lisboa, Setembro de 2006, gostaria de lembrar que Marialva é um sítio extraordinário de património construído e memorável aldeia de um Portugal cujo passado não preserva devidamente. assim, gostaria que se lembrassem de instalar um novo sistema de luz projectada (laiser) por forma a valorizar-se o espólio único. Por outro lado, não há defesa de património sem ocupação humana, por isso, é indispensável que Marialva aumente a sua população, os habitantes precisam de boas condições de vida, o mesmo que necessitam dos seus produtos valorizados:agricultura, pecuária e turismo. Um abraço.

    Posté par Ana Maria cabral, 27-09-06 à 16:58
  • Actividades e Espectáculos

    Caros amigos
    Cada vez que dou um giro pelo nosso país, sempre regresso com a mesma sensação: nós, os portugueses, não sabemos tirar partido da imensidão da riqueza patrimonial e cultural. Desta vez estive em Marialva, Moncorvo e Penedono. Que raio as pessoas parece que não gostam da sua terra, vêm fazer o que para Lisboa e para a Suiça.
    um abraço
    Júlio

    Posté par Júlio Rainho, 30-10-06 à 14:33
  • Aldeias Sós

    Aproveitando o fim de semana alargado, fui a Foz Côa, Muxagata, Ceduvim, Ranhados, Penedono, São João da Pesqueira. Para além da belissima paisagem, percebi que avançamos perigosamente para o abandono das nossas aldeias, lugares e vilas históricas, então com o encerramento ds escolas primárias e a retirada da actividade agrícola, vai ser bonito... um país plantado à beira mar onde proliferará um exército de desempregados, famintos, marginais e desenraizados...
    abraços
    Rui Simões, Aveiro

    Posté par Rui Manuel Simõe, 21-12-06 à 16:05

Poster un commentaire